Tuesday, October 17, 2006

E agora?

Leio no Blogue do Funes que o Presidente dos EUA, George W. Bush aprovou hoje uma lei que permite a tortura a prisioneiros quando envolvidos com o terrorismo. Enquanto lia sobre isto, lembrei-me que há dias o mesmo Presidente dos EUA autorizou ou anunciou ou anunciou que autorizava a construção de um muro para travar a entrada de gente indesejável vinda pela fronteira do México para o seu país. Um MURO! A temática dos Muros merecia ser analisada. Mas adiante. Há pouco tempo ainda, o mesmo presidente, porque acordou mal disposto, arrasou um país inteiro, o Iraque. Uns dizem que se enganou; outros dizem que tem qualquer coisa na manga; outros que ficou foi com um problema preso na manga para muito tempo. Segundo os americanos, só eles sabiam quanto o povo do Iraque desejava que eles os livrassem do malvado Sadam. Mas recuo de novo e volto à notícia da lei hoje aprovada pelo Presidente dos EUA e penso: - E agora, o que dirá Pacheco Pereira disto? Como é que, por este andar, Pacheco Pereira se livra deste anormal?

7 Comments:

Blogger holeart said...

louca...

esta gente está louca.

esta crise

a bush crise.

7:21 AM  
Blogger Bikoka said...

Gostava sinceramente de ver onde está essa lei aprovada pelo Bush. Era bom lermos essa lei e ver o que lá diz sobre isso.
Quanto ao muro ninguém questiona o facto de ser da responsabilidade dos mexicanos desenvolver o seu país e evitar que o seu povo se tenha de sujeitar a ir a salto para os EUA.
Nos europeus dentro de algum tempo vamos ter de construir "muros" para evitar a emigração em massa de africanos que simplesmente preferem morrer numa travessia doque ficar na sua terra onde não têm futuro.
Pois mas isto tudo deve ser culpa dos americanos é claro. É mais fácil ver pimenta no traseiro dos outros porque olhar para o nosso próprio traseiro é bem mais dificil.

9:46 AM  
Blogger Femané said...

E agora…

Por muito que isto me custe dizer (escrever), tenho para mim que o Hugo Chaves explicaria muito bizarramente mais esta “mentecaptia” daquilo que é e sempre foi o poder republicano dos EUA “liderado” por Bush.
E aí, o nosso mui amado, Pacheco Pereira talvez desse uma daquelas suas gargalhadas que apenas alguns conseguem escutar e entender.

2:53 PM  
Blogger jj said...

Pelo que me é dado a perceber todos os dias a esmagadora maioria dos Americanos é contra a invasão do Iraque. O que acontece é que existe um senhor muito interessado nisso, com muita coisa entalada na garganta ou na manga, como queira, que soube manipular uma camada significativa de ignorantes (que grassam neste país), simultaneamente rodeando-se de e aliciando certos magnatas para lhe bancarem a mesquinhez... Jinhos.

4:12 PM  
Blogger -pirata-vermelho- said...

(A léguas desta lenga-lenga - que belo puzle! Porque se pode vê-la sem o óbvio do esbanjamento da imagem. [in realidade relativa] )

Quanto ao Bush & etc...
acha que sem uma reviravolta total que só pode ser local, alguma coisa vai mudar ou deixar de se agravar?
(agravar em termos da noção de bem estar assegurado que nos habituámos a ter por garantida)

7:07 PM  
Blogger Rosario Andrade said...

Bom dia Teresa!
... não me parece que esta lei vá mudar grande coisa para os condenados. Na realidade, a lei só vem tornar as práticas actuais "legais"...

Bjico grande.

12:00 PM  
Anonymous Anonymous said...

É aflitivo. Qualquer dia o Tony Blair também quer. Os democratas estão a virar algozes. Faz medo

5:58 PM  

Post a Comment

<< Home