Monday, November 27, 2006

"Faz-me o favor..."

Há tempos que Cesariny estava bastante doente. Sabia-se que para além disso ele tinha já uma idade avançada... Mas, mal se soube que Cesariny morreu, no próprio dia da sua morte, o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa oportunamente teve uma ideia e fez anúncio inacreditável. Anuncia então o Presidente que vai atribuir o nome de Mário Cesariny a um equipamento cultural qualquer, que ele há-de escolher, porque agora que Cesariny morreu o Presidente descobriu que - diz ele - "A ele e à sua polémica obra devemos parte da contemporaneidade e cosmopolitismo de que Lisboa hoje se orgulha", leio no jornal "Público". Não se aplicaria, nem tenho o direito, mas apetece-me desconstruir e usar as palavras do próprio Cesariny para dizer: "Faz-me o favor de não dizer absolutamente nada! "

3 Comments:

Anonymous Anonymous said...

O Misantropo diz que o Carmona Rodrigues estava a fazer uma homenagem ao MC: uma declaração surrealista.

5:46 PM  
Blogger -pirata-vermelho- said...

A alarvidade da geração x no seu máximo muito bem mostrada na praça do munícipe (ele sabe lá quem é o Cesariny...)
Agora é só deixar que envelheçam (estes!...) a ver o que fazem os putos que têm trinta anos quando 'lá' chegarem (lá, ao poleiro...).


(É geracional, é! Não tenha dúvidas)

7:25 PM  
Blogger -pirata-vermelho- said...

(Não sabe! Asseguro... só sabe o nome e que era 'surrealista'.
Ele sabe lá o que foi o surrealismno... ou! o que foi o surrealismo EM PORTUGAL.




(Você vota nestes mninos?)


(E não s'arrepende?)

7:28 PM  

Post a Comment

<< Home